You are on PERI's international website. Click here to switch to PERI USA. Click here to view all PERI websites.

Auto-Estrada Transmontana - Viaduto do Corgo, Vila Real

Dados de projecto

Localização: Vila Real, Portugal

O Viaduto do Corgo é uma obra de arte que se insere na Auto-Estrada Transmontana, obra rodoviária que liga Vila-Real a Quintanilha. Este Viaduto tem como principal objectivo a transposição do Vale do Rio Corgo em Vila Real.

A solução estrutural consiste num Viaduto em betão armado pré-esforçado com uma extensão total de 2796m, dividido em 3 sub-viadutos contínuos, separados por juntas de dilatação, com comprimentos de 855m (Viaduto Poente), 768m e 1167m (Viaduto Nascente). 


 

Requisitos

  • O tabuleiro nas zonas laterais (nascente e poente) será executado com recurso a vigas de lançamento, portanto por avanços vão-a-vão.
  • Para o Viaduto central recorre-se ao sistema de avanços sucessivos em consola (carros de avanço).
  • Uma nota de destaque para o vão principal deste Viaduto, com 300m de desenvolvimento, feito conseguido, do ponto de vista estrutural, pelo recurso a uma solução de tirantes—pilares P18 e P19.
  • A empreitada para execução de pilares do lado nascente (Quintanilha) inclui a execução de 22 pilares (pilares P20 a P41), com uma altura máxima de 113m, perfazendo um total de 1,6 km de pilares.
  • As secções transversais apresentam geometrias octogonais de 5 tipos diferentes (denominadas S1 a S5).

Cliente

FCM, Cofragens e Construções S.A.

Benefícios para o cliente

  • Cumprimento de prazos
  • Níveis de segurança excelentes
  • Meios elevatórios independentes de grua
  • Soluções de cofragem e plataformas auto-trepantes permitem ciclos de betonagem diários
Eng. Miguel Sampaio
Director de Produção

O sistema ACS cumpriu claramente as exigências do projecto, tanto a nível estrutural, como ao nível da segurança e dos prazos. Permite a optimização de recursos humanos com elevados rendimentos e dos meios elevatórios devido à independência dos mesmos.

Soluções PERI

  • A participação da Pericofragens no projecto envolve o fornecimento de equipamentos e desenvolvimento dos respectivos projectos, para a execução dos pilares do lado Nascente e dos capiteis de encabeçamento. A solução de plataformas preconizada consiste na utilização de equipamentos com tecnologia auto-trepante (hidráulica), sistema PERI ACS (Auto Climbing System).
  • O planeamento definido para a execução da obra implicou o fornecimento de 5 conjuntos auto-trepantes, equipados com cofragem PERI Vario.
  • As soluções de plataformas e de painéis de cofragem foram projectadas para permitir a adaptação de um conjunto em qualquer uma das 5 secções transversais de pilar, em função da sequência de execução preconizada. Os pilares do Viaduto Nascente representam 55% da área total de pilares a executar no Viaduto.
  • Dos 22 pilares a executar destaca-se o facto de 15 apresentarem alturas superiores a 65m e, destes, 10 apresentarem alturas superiores a 85m (altura máxima 113m, pilar P27), factos de elevada importância para a opção por sistemas auto-trepantes de tecnologia hidráulica.
  •  
  • O sistema de elevação e de operação da cofragem é assim independente da grua, permitindo que os meios de elevação disponíveis se concentrem nos restantes trabalhos, viabilizando a optimização dos ciclos de trabalho. A característica auto-trepante permite também que a operação de elevação decorra em condições meteorológicas mais adversas que as usualmente definidas como limite para a elevação por grua, transmitindo sempre uma sensação de grande segurança a todos os intervenientes no processo.
  • A cofragem VARIO projectada pelo Departamento técnico da PERI permite a realização de alturas de betonagem de 4.60m, representando, na maior secção de pilar (S5), uma área cofrada de 267m2. Os perímetros de cofragem exterior e interior são compostos por apenas 4 painéis com dimensões máximas de 10.50m x 4.80m. Esta distribuição de painéis foi adaptada ao número de plataformas necessárias.
  • A elevada capacidade de carga do sistema ACS permite a construção de plataformas de elevadas dimensões, colocando-se apenas 2 consolas ACS por face de pilar de 10.50m de largura total. Estas dimensões elevadas não implicam uma redução das acções admissíveis para este sistema, mantendo-se valores regulamentares de sobrecargas de trabalho na totalidade da superfície da plataforma. 
  •  
  • As 4 plataformas exteriores ACS-R e a plataforma (única) interior ACS-P têm dispositivos hidráulicos independentes (velocidade efectiva de elevação de 0.30m/minuto). A elevação das 4 plataformas exteriores é simultânea, fruto da utilização uma central hidráulica que alimenta 8 dispositivos, facto que permite uma rápida elevação e evita a necessidade de colocação de elementos de segurança nos topos das plataformas.
  • Esta solução de cofragem Vario e de plataformas auto-trepantes ACS permite a realização de ciclos de betonagem diários. Os 5 conjuntos de plataformas fornecidos realizarão um total de 82.000m2 de superfície de pilar.
  • Como solução para o acesso às plataformas ACS e ao topo dos pilares, implementou-se em obra uma solução de escadas modulares PERI Rosett com alturas até 113m.